Uma das maiores igrejas batistas do mundo é banida na China

  • 23/01/2023
Uma das maiores igrejas batistas do mundo é banida na China
Uma das maiores igrejas batistas do mundo é banida na China (Foto: Reprodução)

Uma igreja filiada a uma das maiores denominações batistas do mundo foi banida na China

De acordo com a Bitter Winter, o governo chinês classificou a Berea Church, ligada à denominação coreana Seoul Sungrak Church, como uma “seita”, neste mês.

As congregações da Berea foram proibidas nas províncias de Liaoning, Fujian, Shandong e Zhejiang, onde está a sede da igreja.

A Igreja das Três Autonomias — um movimento patriótico chinês que controla a religião no país — informou às suas igrejas filiadas que a Berea deveria ser considerada uma seita.

A repressão à Berea estava sendo planejada secretamente desde 2018 pelo governo comunista. A congregação se tornou o alvo principal de uma campanha contra grupos cristãos de origem sul-coreana na China.

Em Liaoning e Heilongjiang, pastores e membros da igreja foram interrogados e alguns foram detidos pela polícia.

“Não criticamos o governo e cuidamos da nossa própria vida”, disse um líder da congregação de Harbin, em entrevista à Bitter Winter. 

“Nunca fomos assediados até que a Igreja das Três Autonomias e a Associação Anti-Xie-Jiao da China começaram a cooperar regularmente com movimentos que lutam contra 'heresias' na Coreia”.

“Não gostam de nós porque crescemos rápido demais”

O líder explicou que o governo chinês baniu a Berea Church em cooperação com o movimento coreano anti-culto.

“Eles não gostam de nós porque somos uma das igrejas que mais cresce na Coreia do Sul e suas igrejas perdem membros que vêm até nós. A China não deveria ter nada a ver com essas disputas, mas quer agradar os caçadores de heresias coreanos porque os ajuda a lutar contra a Igreja de Deus Todo-Poderoso”, afirmou.

A Sungrak Seoul Church segue a doutrina pentecostal e é uma das maiores congregações batistas do mundo, com cerca de 170 mil membros.

“Existem outros pontos teológicos delicados em que discordamos dos presbiterianos e de alguns outros batistas. No entanto, eles sabem que esses não são os verdadeiros motivos pelos quais eles nos atacam. Eles não gostam de nós porque crescemos rápido demais. Eles persuadiram os chineses a nos chamar de seita pela mesma razão”, denunciou o líder.

Fundada pelo pastor Kim Ki Dong em 1969, a Sungrak Seoul Church cresceu rapidamente e foi acusada de “roubo de ovelhas” por grandes igrejas presbiterianas coreanas.

Em 1987, a igreja foi expulsa da Convenção Batista Coreana, acusada de práticas pentecostais inadequadas. 

FONTE: http://guiame.com.br/gospel/missoes-acao-social/uma-das-maiores-igrejas-batistas-do-mundo-e-banida-na-china.html


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Anunciantes